27 setembro 2011

não há espaço para mim.


Gostava muito que esta noite, nada tomasse o meu lugar. Mas isso será sempre pedir muito, pedir demais. Eu talvez já nem tenha lugar..

Sem comentários: