11 outubro 2011

tudo/nada.

Não sei como consegues ser tão tudo e tão nada. Causas-me uma confusão enorme, e um grande aperto no peito.

4 comentários:

APF disse...

como eu compreendo isto!

jo disse...

um tudo ou nada que é o nosso coração, não é ?
força Suu, melhores dias virão.

Maria Filipa disse...

essas inconstantes de ocupação no nosso coração são terriveis.

Aurora disse...

Quero-te sempre com muitas forças em dias como estes! Ele voltou docinho <3