19 novembro 2011

Para a Aurora.

Até eu, minha pequena. Até eu. Abro mil vezes esta janela e não me consigo sentir em casa, escrevo palavras soltas e não consigo ter sentido no que digo. Tenho tantas saudades do meu verdadeiro lugar, do meu Pretérito Perfeito. Nele, o meu coração abria-se sem receios e tudo o que dizia se tornava mágico. Aqui não. Aqui as palavras não saem, e aqui as pessoas não entram. Aqui, parece que uma corrente me prende e a minha cabeça fica limitada a nada, ao vazio. Gostava de conseguir tornar-me igual ao que um dia fui, de saber decifrar-me com facilidade e não me esconder atrás de qualquer coisa, que nem eu mesma sei dizer o quê. Eu já quis voltar, eu já tentei voltar, mas a porta fechou e eu perdi a chave, ainda tento abri-la, mas a morada é inexistente, e é-me impossível ter tudo o que fui, de volta. Tenho pena, ó como tenho pena! É como se me tivessem levado o meu eu passado, as minhas doces memórias. Quando mudei de sitio, foi por ter dado demasiada importância e opiniões de pessoas vazias, também por roubos de alma que me levavam constantemente à desilusão. E agora vivo aqui, nesta casa com tão pouca vida. Onde poucos me procuram, porque se calhar, os pequenos que me seguiam perderam o meu paradeiro. Se fosse hoje, não teria feito tudo isto. Se fosse hoje, não teria abandonado as minhas raízes. Um até sempre, Meu Pretérito Perfeito.

8 comentários:

Kristen. disse...

Não conheci esse teu antigo blog, mas pelas tuas palavras parece ser sido realmente importante para ti! Não consegues mesmo resolver a situação e voltar a ter-lo novamente? ;s

Violeta Soares disse...

Não te apoquentes minha querida. O Pretérito Perfeito para sempre estará nos nossos corações. E aos poucos, vais começar a sentir-te em casa novamente, demora sempre algum tempo, mas esse dia vai chegar.
E olha, não abandones este Mundo, vais sempre ter-me aqui. Todos os dias, mesmo que tu não me vejas ou não me pronuncie, estou aqui, todos os dias. A partilhar as tuas mágoas contigo, para que te sintas melhor. E as alegrias também, para que as sintas a elas melhor. ;D

Aurora disse...

Oh amor, que bom que me compreendes e olha, não estava à espera disto e diz-em uma coisa, que penso não ter percebido bem. Tu não consegues entrar no blog porque não sabes da pass? Sabes é que poderias voltar, e levar estes textos contigo para lá. Os que querias deixar lá. <3

Aurora disse...

oh princesa, que bom ter-te comigo e olha, obrigada de coração. vai passar, eu espero. obrigada mais uma vez <3 te amo

Aurora disse...

oh princesa, sempre podes mandar tipo um comentário a todos os que segues a dizer que mudaste de link e caso quisessem seguir, etc. sei que dá trabalho, mas é uma boa forma. <3

Kristen. disse...

Tens poucos, mas de certeza que te querem com coração :)
Eu ando a ler alguns post's teus e adoro a tua forma de escrever!

Kristen. disse...

Alegra-me tanto saber que fiz feliz por algo que eu disse! :DD

Aurora disse...

Oh amor, não penses assim, nessa negatividade toda. Faz o que te digo e manda o comentário a avisar. E depois volta para lá e leva isto amor, a sério. Juro que aquilo faz é tão parte de ti <3