04 janeiro 2012

Quero mudar de casa. Quero sair daqui. Eu sabia que nunca seria bom vir para cá, eu sabia. Eu não queria, mas tanto insistiram que não tive como recusar. Por mim, arranjava um part-time e arranjava dinheiro para poder alugar um quarto por aí. Terminar os estudos e dar corda às sapatilhas. As pessoas julgam-me, e atiram-me à cara o tão clichê eu avisei-te. Pouco me interessa, na verdade. Hoje o motivo que já me fez querer partir, é o único que ainda me mantém por cá, Tu. Tu e a vontade que tenho de cuidar de ti. Saber que sem mim não sei em que mundo viverias nem em quem te tornarias. Temo o futuro, mas viveremos um dia de cada vez.

3 comentários:

Joana Castro disse...

Essa coisa do "Eu avisei-te!" irrita-me, quer dito por mim (por isso mesmo é que evito dizê-lo) quer dito por outros em relação à minha pessoa.
Mas, princesa, enquanto houver uma razão que te mantenha aí, fica. Quando há razões,quando outros valores e prioridades se levantam, nós ficamos pequeninos, a nossa vontade fica pequenina e o que interessa é aguentar enquanto houver por que lutar.
Mil beijinhos

Aurora disse...

Princesa, queres falar?<3 Oh pequenina, estou sempre cá e espero que tenhas visto o meu outro comentário sobre a Escuridão.<3

QueenC. disse...

Tem muito cuidado com essa tua ânsia. Eu também já a tive e não me levou a lado nenhum! Só piorou algumas coisas :\