18 abril 2012

life.

Não me lembro de algum dia ter tido uma semana tão má. Ainda só vai a meio, e as lágrimas já caíram por um mês inteiro. O levantar da cama tem sido penoso, as dores são cada vez mais fortes. Só a almofada me faz esquecer que tenho vida, quando adormeço e desapareço. Se eu desistir e voltar para casa, é muito mau? Podes vir comigo e ter uma vida mais doce. Ser mais feliz, talvez. Mas aqui, aqui o ar já é sufocante e a pressão imensa. O trabalho torna-se árduo e pouco produtivo. Sinto-me inútil, ignorante, aos meus olhos e aos do mundo. Sinto que nada terá melhoras se não tomar uma atitude. E começo de novo, outra vez? Não sei se conseguiria desperdiçar outro ano a mudar de vida. Não sei se tenho forças, ou coragem, ou outra coisa qualquer.

2 comentários:

marta. disse...

temos sempre de procurar o que nos faz felizes! não chamo a isso "desperdício", apenas "procura".

Eu também "perdi" um ano da minha vida mas não me arrependo nada. Hoje faço algo que gosto.
E conheço pessoas que perderam 3 anos ...

Tenta ser positiva. As coisas sucedem por uma razão e só temos de ganhar coragem para dar um empurrãozinho.

beijinho *

Esther disse...

nunca aches que não vales nada!
e em relação ao perder outro ano, se for isso o teu futuro bem-estar, força.