08 maio 2012

Amanhã são os meus 21 anos e eu sinto-me cada vez pior. Não pela idade, que essa é-me indiferente, mas pelo tempo que já passou e que eu pouco vivi. Este ano não teve nada de especial, para a além de um verão lindo. Apercebi-me que tenho os melhores amigos do mundo, e uma família sempre unida e amorosa a que nunca tinha dado valor. De resto, não sei. O amor é o mesmo. Instável, confuso, mas seguro talvez. E eu sou a mesma, mas mais desanimada com a vida.

2 comentários:

marta. disse...

a vida não é facil. eu tenho 22 e também acho que ainda não vivi nada...
mas também acredito que tenho tempo.
Cada coisa quando deve ser.
beijinho *

sophie disse...

oh obrigada:)