20 julho 2012

desillusion.

Eu já não sei o que esperar de ti. Num minuto trazes-me um céu coberto de estrelas, em seguida atiras-me uma pedra para o caminho e fazes-me tropeçar. Odeio o sabor da desilusão, mais ainda quando se trata de ti.

1 comentário:

Juu disse...

Tão verdade :')