11 agosto 2012

Hoje é dia de inícios e de fins. Dia em que tudo acaba, e tudo recomeça. Finalizo hoje a minha espera de ti, a saudade, a ansiedade, o mau humor, as lágrimas. Os dias que nunca mais acabam, por tu não estares ao meu lado. Finalizo a tormenta que é ter-te longe do meu peito e da minha vida, e abro os braços a tudo o resto. Quero receber a felicidade infinita que me causas, os sorrisos, os arrepios, as nuvens para onde voamos, e o céu que visitamos, todas as noites. Abro os braços a ti, meu anjo, para que possas pousar a cabeça no meu ombro, e dar-me beijinhos no pescoço, como antes.

1 comentário:

Pedacinhos de mim disse...

Precisa-se sempre de momentos desses, de vivermos fins para criar novos começos. Gostei muito. Um Beijo :)*