25 setembro 2012

Muitas vezes, quando escrevo, é para não me sentir sozinha. Sei que aqui posso falar, e que em algum sitio, por mais longe que seja, alguém me estará a ler. É bom ter uma nuvem como esta, onde podemos deitar a cabeça e simplesmente desbobinar tudo o que nos magoa, ou nos faz feliz, para as estrelas. Só peço desculpa pela minha escrita já não ser a mesma, e tão frequente, como fora um dia.

Sem comentários: