02 dezembro 2012

Este quarto perdeu a vida quando partiste, à pouco. A casa faz eco, e a cama está vazia. Fria. Sem ti. O teu jeito desarrumado, e a energia que trazes sempre no bolso do casaco quente, desapareceram. Ficou o teu cheiro, e a sensação do teu toque, em mim. A vontade de te ter guardado comigo para sempre, também mora aqui. Agora espero de novo o dia em que acordarei ao teu lado, enquanto me trazes o mundo, na palma das mãos. Até ao próximo fim-de-semana, meu anjo azul. 

1 comentário:

Aurora disse...

Vocês são loucos e eternos apaixonados. Adoro <3