03 dezembro 2012

Gosto da casa só para nós. De ti, só para mim. Corpos meio despidos, loiça espalhada por todo o lado. Tu, agarrando-me pela cintura, puxando-me para ti. Mimando-me. E eu, olhando-te em tom de ternura, com todo o amor do mundo. Quero isto para sempre. Eu, tu, e uma vida só para nós.

1 comentário:

Aurora disse...

Que seja assim para sempre <3