20 dezembro 2012

Vejo que este país está mesmo a caminhar para a ruína quando, tenho o meu irmão a trabalhar no Brasil, o meu pai a meios de ir para Moçambique, e eu a desejar tudo,  menos ficar cá. Tenho muito medo do futuro, e mais do que tudo, tenho medo de não conseguir realizar os meus sonhos e de não alcançar os meus objectivos. Sinto-me pequena, num mundo tão enorme, e tão inexperiente para fazer o quer que seja que me faça vencer. Sinto-me na pele de uma borboleta, que voa sem querer pousar, que deseja alcançar o arco-iris e que não sabe para onde voar.

1 comentário:

mai disse...

Por vezes sinto-me exactamente como tu