25 março 2013

Usaste como desculpa coisas que nunca existiram, e decidiste afastar-te. Cheguei a dizer-te o quão injusto tudo me parecia, mas não interferi com a tua decisão. Afastaste-te. Afastei-me. És um ser livre, e fazes as escolhas que mais feliz te farão. A tua ausência custou, na primeira semana. Hoje, já é habitual, e eu consigo viver com ela. Consigo viver sem ti.

2 comentários:

patrícia disse...

E vai ser ele a perceber que não consegue viver sem ti :)

disse...

força baby, tu sabes! ly ♥