19 maio 2013

madrugadas

Passa pouco das 5h da manhã, e como sempre é a madrugada que me traz as palavras e me leva o sono. Está difícil adormecer. Sinto-me nervosa, e um cigarro na minha janela, seria um óptimo calmante. Mas não fumo. E por isso, a escrita traz-me a paz de que preciso, e a tranquilidade dos meus pensamentos, mostra-me que o meu nervosismo é desnecessário, e que deveria adormecer sem medo.. mas não está fácil.

Sem comentários: