11 janeiro 2015

Custa tanto voltar à vida depois de se andar a sonhar por aí. Foram uns míseros quatro dias em Lisboa, e eu já me via naquela cidade, naquela agitação, naquele "há tanto para fazer aqui", que custa tanto voltar à pacatez da minha cidade, à minha vida. Isto de não fazer nada, cansa mais do que subir as ruas de Lisboa a pé, durante umas quatro horas seguidas. Deus me dê paciência..

1 comentário:

Violeta Soares disse...

É sempre assim querida. o que é bom acaba sempre depressa. Mas também só é assim tão bom porque não é habitual! Por isso não te apoquentes, espera pela próxima. :D