12 julho 2015

E ficamos assim.

Há amores que foram feitos para existir, e não para acontecer. E o nosso é um deles. O eterno amor impossível. Que todos odeiam. Que todos batalham contra. Que todos querem destruir e separar. E mesmo sendo amor, e podendo aguentar tudo, não aguenta. Demasiados contras para tão poucos prós. E ficamos assim, parados no infinito, em espera que a vida mude. Nos junte. Ou nos separe, para sempre.

Sem comentários: