09 agosto 2015

Fiz um pacto com o coração. Ele prometeu não te querer mais, não te procurar mais. Aceitou a derrota e decidimos deixar-te voar. No minuto seguinte tu ligas, e estragas todas as forças que eu tento fazer para não te lembrar. Parece que adivinhas sempre quando estou a desistir de ti.

1 comentário:

patrice disse...

E é sempre assim! Quando estamos prestes a desistir, parece mesmo que adivinham!