27 julho 2016

A desintoxicação é a fase mais difícil da vida. Seja de um alimento, de uma droga ou de um amor. Tudo leva à loucura. Tudo nos deixa no estado mais lastimável de sempre. Quando queremos muito uma coisa, e não podemos. Quando estávamos tão habituados àquilo, tão dependentes, tão agarrados, e não sabemos o que fazer para amenizar a dor que essa falta nos causa. Quando não temos meios de sobrevivência. Quando não sabemos onde ir buscar forças. O que acontece? Batemos no fundo. Batemos tão no fundo que nos arriscamos a ficar lá. Às vezes temos a sorte de ser resgatados, outras.. acabamos por cair no esquecimento e ganhamos o novo hábito de viver no escuro. Acabamos por nos esquecer do que realmente é valido nesta vida. Esquecemo-nos de abrir a janela e encarar os dias bonitos. Esquecemo-nos de procurar a luz, de lutar por outras coisas que nos fariam tão melhor. Esquecemo-nos de nós, e do quão somos especiais. E há coisas que não nos deveríamos esquecer: que a vida passa tão rápido, para perder tempos infinitos num buraco. Vamos lutar por nós. E esquecer sim, de tudo menos de nós.

2 comentários:

disse...

Gostei muito do teu texto e é bem verdade, podemos cair a vezes que forem precisas, mas nunca nos podemos esquecer de levantar e seguir com a nossa vida! Beijinhos ^^
O blog da Mó | Instagram

homem do leme disse...

Depende do buraco... há buracos bem interessantes de onde não apetece sair. lol